quarta-feira, janeiro 28, 2015

Gustavo Cerbasi

Eu adoro ler os livros e os artigos do Gustavo Cerbasi, ele sempre tem boas dicas para economia doméstica, aliás ele foi meu grande inspirador para escrever sobre o assunto, mesmo não sendo especialista em economia, eu me considero especialista em economizar... em seguir seus conselhos, então posso relatar o que faço, como faço e as consequências desses atos...

Uma das entrevistas com ele que já si é esta do link. Ela aponta resumidamente muitos aspectos que o livro aborda e relata aspectos da vida do autor: Clique aqui para ler a entrevista.


Apesar de eu ter a mentalidade de preferir comprar do que alugar não deixo de concordar com o ponto que ele apresenta... se você quer morar num local que não pode comprar no momento o jeito é alugar, mas se puder guardar dinheiro e aguardar um pouco vale mais a pena investir em algo seu...

Um trecho legal da entrevista, que é um pouco grande, está transcrito a seguir e resume a ideia de economizar em algumas coisas que farão TODA a diferença no final do mês:

"A fórmula para uma vida mais rica é adotar uma vida mais simples em termos de custo para não perder em experiência e qualidade de vida. Em geral, a regra é simples: você tem um carro de R$ 60 mil, venda e compre um de R$ 40 mil. Tem casa de R$ 500 mil, compre ou alugue uma de R$ 400 mil. Quando você compra um carro mais barato vai economizar IPVA, seguro, não vai ficar com tanto medo de estacionar na rua... Às vezes, uma ou duas escolhas na sua vida trazem uma cadeia de redução de custos que vão facilitar muito a administração do orçamento. Por isso, prefiro morar numa casa um pouco menos confortável e sair dela no fim de semana do que pagar uma casa melhor e não ter lazer ou uma vida bem cuidada. Aí a conta fecha com uma facilidade incrível".

Recomendo a leitura da entrevista, artigos e livros do Gustavo... me ajudaram muito e creio que as experiências e dicas dele podem te ajudar profundamente se você tem a meta de mudar de vida economizando, seja em casal ou sozinho mesmo as regras podem se aplicar ao seu dia a dia.

sexta-feira, janeiro 16, 2015

Gastos desnecessários

"De grão em grão a galinha enche o papo" e assim, de moeda em moeda, real em real gastamos muito durante o mês... sem nos darmos conta do que sai de nossa conta!

Em muitos aspectos da vida, gastamos com coisas fúteis e desnecessárias, gastamos a mais sem perceber, sem pensar no que estamos comprando... mesmo pequenas quantias que parecem insignificantes, na hora das contas, na "ponta do lápis", esses valores fazem falta no orçamento final do mês.

Por isso aqui vai um compilado de fatores que nos fazem gastar (às vezes sem saber) para que você pare e pense em que está gastando sem prestar atenção e assim desviando seu dinheiro para algo que não precisa, podendo economizar para manter sua saúde financeira (e mental, quando não passa por dificuldades!)

Evite comprar produtos de marca
 
Não vale apenas para roupas, pois remédios, cosméticos, alimentos podem ter versões alternativas que não custam tanto e podem ter igual ou melhor qualidade do que o produto de marca. Nos caso dos alimentos, verifique os rótulos; na maioria dos casos, os ingredientes são praticamente idênticos, então não se deixe levar pela propaganda enfatizada pelas marcas famosas.

Evite fazer compras quando estiver com fome

Se você comprar mantimentos quando estiver com fome, fica mais suscetível a comprar coisas das quais não precisa ou que vai perder depois, vão vencer, se comprar em grande quantidade e não consumir a tempo. O mesmo vale para um passeio no supermercado a lazer, com tempo, irá pegar mais comida do que o previsto inicialmente na compra ou comprar outras coisas das quais não precisa.

Evite comprar lanches na rua

Adquira o hábito de levar de casa lanches e bebidas para o trabalho. Se você comprar todos os dias um lanche e um suco ou refrigerante em algum bar ou lanchonete, no fim do mês terá gasto mais que o dobro se tivesse comprado em um supermercado e levado de casa... Faça uma experiência e faça as contas... não saio de casa sem meu lanchinho... ainda assim, almoço na rua, pois é mais cômodo e mais barato que comprar carne e preparar todos os dias... compenso com os gastos mínimos com meus lanches.
 
Evite cartões de crédito

Se você não vê seu dinheiro sair da carteira, provavelmente vai perder o controle dele. Evite usar indiscriminadamente o cartão de crédito, pois por ter limite acima do que você ganha, pode te deixar com uma dívida grande que vira uma bola de neve. A surpresa vem no fim do mês, quando o dinheiro já se foi...
 
Evite abusar do ar condicionado
 
Se você adora um ambiente resfriado, você pode estar pagando mais do que você precisa devido ao isolamento inadequado. Se você puder pagar, instale janelas hermeticamente fechadas para não haver vazamento e desperdício de energia. Mantenha as portas sempre fechadas e em uma temperatura média, agradável... Muito frio gasta muito e nem sempre é agradável a todos, pense nos demais. 

Evite aplicativos que custam e cobram por serviços

Retire o número de seu cartão de crédito dos formulários de informações de quaisquer sites ou aplicativos que joga, pois você pode clicar sem querer e comprar serviços, renovar assinaturas, pegar créditos ou vantagens em jogos. Pode parecer uma pequena quantia, mas mês a mês cobrado, no fim do ano dará um montante grande de gastos, desnecessários...

Mantenha seus pneus calibrados

Mantenha os pneus devidamente cheios e você vai economizar dinheiro na gasolina que você nem sabia que  estava perdendo. Configure um alerta periódico no seu telefone ou coloque lembretes no seu calendário para que você não se esqueça de verificar os pneus.

Promoções e descontos

Não compre só porque está na promoção, porque na vitrine há uma faixa E-N-O-R-M-E onde se lê: "IMPERDÍVEL, APROVEITE!". Você realmente precisa daquilo, pare e pense. Atenha-se a promoções e cupons de desconto para as coisas que você já costuma comprar ou está precisando.

 
Compre e venda em brechós

 
Algumas cidades têm bons e grandes brechós. Se não houver algum perto de você, você pode encontrar muitos sites que vendem usados bem conservados, roupas de boa qualidade, bem como permitir que você venda suas roupas usadas. Além disso, se o brechó for de marca, as roupas são de melhor qualidade e foram pouco utilizadas... seu material irá provavelmente durar mais tempo.  


Mantenha bons hábitos de saúde e higiene

Você acha que não vai acontecer com você, mas vai. Dentista e médico são gastos inevitáveis. Não lavar as mãos, beber álcool e comer besteira, não tendo o cuidado adequado com seu corpo vai fazer você gastar com saúde, cedo ou tarde.

Carregue uma caneca ou copo de café reutilizável

Alguns lugares cobram o copo descartável, afinal de contas eles não recebem esses copos gratuitamente. Se você frequenta uma cafeteria diariamente é recomendável investir em um copo ou caneca reutilizável para viagem. Você normalmente vai ter um "desconto" por usá-lo, quando na verdade você não está pagando um extra pelos copos de plástico.

 
Use a meia-entrada ou desconto de estudante, idoso

Descontos para estudantes e universitários são frequentes, mas nem todo mundo divulga. Só porque uma empresa ou estabelecimento não explicitamente anuncia descontos para estudantes não significa que eles não têm desconto. Pergunte a um empregado, ou, se você está fazendo uma compra on-line, use uma ferramenta de busca para ver se existem quaisquer descontos para estudantes ou programas de fidelidade dos quais você não estava ciente. Isso vale para outros descontos como idosos, militares, deficientes, funcionários públicos etc.

 
Organize-se


Ser desorganizado custa caro. Cada vez que você perde carregadores e cabos, jóias caras, esquecendo onde deixou as chaves e tem que pagar um chaveiro para entrar em sua casa ou carro, você tem um gasto extra. Então, pense em quantas dessas vezes você acabou encontrando o item mais tarde e percebeu que você gastou o dinheiro por nada. Encontraria tudo facilmente se fosse organizado e soubesse onde guarda cada coisa.

Essas são algumas dicas para economizar dinheiro com as pequenas coisas da vida... Gastos ocorrem o tempo todo, mesmo que não percebamos, mas se soubermos observar e nos policiar para não gastar além do necessário, nossos hábitos melhoram e nosso bolso também agradece, evitando surpresas no fim do mês quando não sabemos onde gastamos tanto!

Fonte: Adaptação e tradução livre do site www.lifehack.org

segunda-feira, janeiro 05, 2015

Viagens econômicas!


 Bon jour! 

Se você é amante do mundo, adora viajar mas sempre pensa mil vezes antes de ir pois acha que vai gastar muito, leia este post... ele contém várias dicas de como economizar viajando por conta própria ou ao escolher uma agência de viagem...

Mas em geral, é preciso realizar muita pesquisa de preços, obter referências e informações completas dos locais onde vai e das empresas que te oferecerão os serviços, para não cair em golpes e ser lesado, tornando sua viagem um pesadelo.

 

Viajando por conta própria

 

É bem trabalhoso organizar uma viagem e deve-se ter muito cuidado ao adquirir passagens e fazer reservas em hotéis em um local que você não conhece, em outra língua se for uma viagem internacional e você tiver que entrar em contato direto, mas, em geral, é mais econômico que utilizar os serviços de uma agência, que sempre cobra pelos serviços e oferece traslados e outras facilidades e comodidades que não temos viajando por conta própria.
Se você tiver restrições de datas e desejar conhecer destinos mais exóticos vale a pena tentar planejar tudo sozinho para gastar bem menos em sua viagem. Em compensação, você deve estar muito seguro sobre suas compras para não cair em golpes e ter surpresas durante a viagem. Para quem deseja economizar e pretende se atentar para todos os detalhes, aqui vão algumas dicas para economizar com passagem aérea, transporte, hospedagem, alimentação e passeios... sempre pesquise se é real o local, se outras pessoas já opinaram sobre o local ou serviço, ligue para confirmar a compra e a reserva da data, guarde todos os comprovantes e atente para comprar tudo com datas e horários corretos, sincronia é tudo!

Passagens aéreas

Nos sites: decolar.com, viajanet.com.br, submarinoviagens.com.br, www.skyscanner.com.br é possível pesquisar quais companhias aéreas oferecem os melhores horários, datas mais baratas e melhores preços para o destino desejado, além de escalas, conexões ou voos diretos. Após a pesquisa, não compre ainda... acesse os sites das companhias aéreas com preços mais em conta ou horários e dias que te agradam e verifiquem se é o mesmo preço que eles cobram pelos sites de pesquisa. Sites de viagens costumam cobrar uma taxa, comissão, que não é cobrada ao se comprar a passagem diretamente com a companhia aérea. Se você tem flexibilidade de datas, os sites das companhias aéreas costumam disponibilizar opções de datas mais baratas, faça uma pesquisa mais profunda para ver quais os dias mais baratos, geralmente em baixa temporada e dias de semana. Evite sempre viajar em fins de semana ou vésperas de feriados, a não ser que esta seja sua única opção... mas lembre-se que o período de férias é você quem escolhe, então pense bem neste detalhe ao marcar suas férias.
Quem participa de programas de vantagens de cartões de crédito, bancos e outros benefícios pode comprar passagens usando milhas aéreas. Voos em horários alternativos como final de noite e madrugada também podem ser encontrados com bons descontos. Pesquise muito antes de comprar... se for de companhia aérea internacional, acompanhe a cotação do dólar, se está caindo ou subindo e planeje sua compra para quando a cotação estiver mais baixa.

Transporte no local

Se for viajar aos Estados Unidos ou ao Canadá planeje alugar um carro, especialmente porque lá os preços de aluguel de carro costumam ser mais baratos do que em outros lugares do mundo. No entanto, se for ficar apenas em grandes centros urbanos, dirigir pode ser uma péssima ideia e pior ainda: estacionar, por conta dos altos preços de estacionamento e dificuldade de locomoção, devido ao trânsito intenso. Estacionar na rua é cada vez mais difícil, caro e ainda há o risco de se levar uma multa por desconhecer as regras locais de trânsito. Dê preferência ao transporte público, você será levado a várias partes e conhecerá muito mais! Muitas cidades na Europa e na América do Norte tem passes de transporte que oferecem múltiplas viagens num mesmo dias ou semana e até mesmo viagens ilimitadas em todos os tipos de transporte público por um período determinado.

Hospedagem

As grandes redes de hotéis permitem fazer reservas online, mas se você gosta de pesquisar preços, bons sites comparativos de preços são: trivago, booking.com, hotels.com, hotelurbano.com, groupon viagens etc. Neles é possível filtrar por nome, tipo, estrelas, data e local, ainda é possível localizar os estabelecimentos em um mapa, ver o que há por perto e ler os comentários de quem já se hospedou evitando assim cair em um golpe ou decepcionar-se com sua escolha. Para quem viaja em grupos maiores ou em família e vai ficar por muitos dias, vale a pena alugar um apartamento ou casa com cozinha completa, pois além de ser mais barato do que se hospedar em diversos quartos de hotel, é possível economizar nas refeições, uma vez que comer em restaurante é um dos itens de maior gasto de viajantes.

Alimentação

Fique atento aos anúncios de promoções e cupons de desconto (nos EUA) e às lousas na porta de restaurantes (na Europa). Sempre há opções de menu do dia, usualmente servidas no almoço, que incluem entrada, prato principal, sobremesa e às vezes uma bebida e com preço muito mais barato do que o do cardápio. Pergunte ao pessoal do hotel ou pessoas que conhecer na cidade sobre restaurantes populares frequentados pelos moradores, pois são mais baratos, menos turísticos e mais apetitosos, com comida mais tradicional do local. Outra forma de economizar com alimentação é fazer sua própria comida ou comprar pronta nos supermercados e ter sempre salgadinhos e biscoitos na mochila para comer nas horas intermediárias ao almoço de jantar, para não gastar em restaurantes toda vez que aparecer aquela fominha.
Na Europa e na América do Norte bebidas alcoólicas e sucos naturais são muito caros. E é de bom tom sempre dar gorjeta, então o preço final sempre aumenta. No Brasil, a gorjeta de 10% costuma vir na conta. Em alguns países, costuma-se pagar a conta e deixar a gorjeta de 15 a 20% diretamente para o garçon.

Atrações turísticas

Pesquise antecipadamente se há atividades gratuitas na cidade e coloque-as no seu roteiro, Se sobrar dinheiro, claro que você deve optar por outras opções, mas sempre há uma gama grande de atrações que não tem custo. Também há passes turísticos que oferecem um belo desconto em relação ao preço cheio total das atrações, dando acesso a dezenas de atrações numa mesma cidade ou região. Algumas cidades já são uma atração turística em si, oferecem museus e parques onde se pode passear sem gastar nada, além de serem ótimos locais para um piquenique. Um site legal pesquisar as atrações de um determinado lugar e verificar se são gratuitas, baratas ou caras é o tripadvisor.com. =)

...se você prefere viajar por agência de viagens...

Viajar com a ajuda de uma agência é sempre mais confortável, você gasta um pouco a mais, mas tem a comodidade de não se preocupar com nenhum preparativo, apenas escolher o destino, pagar e ir! Mas tem os custos e taxas da agência, afinal ninguém trabalha de graça, e este é o trabalho da agência...
 
As operadoras de turismo mais famosas do Brasil possuem portais/sites onde é possível pesquisar os pacotes disponíveis, condições e as datas de saída, mas isso geralmente é ruim pois engessa suas férias, você fica obrigado a ir e voltar no dia estabelecido pela agência, o que nem sempre é possível.

Pesquise muito antes de escolher a agência, pois os preços são geralmente discrepantes. Quanto mais popular é o destino, o pacote poderá sair a preços mais acessíveis, em baixa temporada, mas em datas fixas... Locais mais remotos e pacotes mais customizados, nas datas que você estabelece, quase sempre saem mais caros do que viajar por conta própria. 

Se você não tem filhos em idade escolar ou não irá viajar com eles, evite os períodos de férias escolares, pois os preços costumam ser mais altos e a procura é grande, superlotando os hotéis, pontos turísticos, restaurantes... e suas sonhadas férias podem virar um caos... O mesmo vale para feriados prolongados.

Os seguintes sites de agências de viagem, entre diversas opções, podem ser bastante úteis:
  • Decolar
  • Submarino viagens
  • Hotel Urbano
  • CVC
  • Groupon Viagens 
  • Web Viagens
Espero que as dicas ajudem você a planejar uma viagem inesquecível, sem deixar marcas de prejuízo ou gastos excessivos na volta.

Bon voyage!

Fontes: Trivago.com, booking.comhotels.comhotelurbano.comgroupon viagens, decolar.com, Submarino viagens, Hotel Urbano, CVC, Web Viagens.

quinta-feira, janeiro 01, 2015

Metas de Ano Novo!

Feliz 2015!
Desejo alegria, saúde, paz amor, sucesso e muito dinheiro no bolso! 

Esses são alguns dos mais corriqueiros desejos de Ano Novo... todo mundo quer ser feliz, ter dinheiro, saúde, harmonia, fartura, enfim... os desejos de todos incluem dinheiro... é quase que inevitável desejarmos uma "saúde financeira" melhor no próximo ano e assim sucessivamente.


Metas
Para começar bem o ano, se você não fez a sua planilha ainda pois estava esperando virar o ano, este é o momento perfeito para sentar e colocar no papel os gastos atuais e futuros para não ter surpresas no decorrer do ano.

Também é interessante planejar novas e ousadas metas de vida, pesquisar cursos, especializações, vislumbrar uma promoção, uma aprovação em um concurso público, ser expert em algo, tornar-se um esportista... pensar grande para este ano que está à sua frente e esperando você fazer acontecer... só depende de você!

Ouse mais, não tenha medo de expressar o que sente, pedir o que precisa, valorizar-se, abrir-se às pessoas para quem precisa dizer algo, chorar, rir, viajar, realizar sonhos, ir atrás de seus objetivos e sua vida será incrível neste 2015.

Contas em dia
O décimo terceiro salário pode ter acabado, afinal todo fim de ano é dispendioso de gastos e acaba levando muitas de nossas reservas, mas é tempo de recomeço, renovação, então você pode colocar suas contas em dia, pagar as contas costumeiras de início de ano, como IPVA, IPTU, seguros, etc... e ficar logo livre delas, podendo assim guardar uma graninha por mês em sua poupança, tendo um bom montante no final do ano para fazer uma viagem, festa, comprar algo que deseja faz tempo, enfim, realizar um sonho de consumo!

Se não for possível pagar todas essas contas à vista, em uma leva só, parcele em poucas vezes, o mínimo possível, assim você fica livre delas o quanto antes e pode guardar suas economias e juntar dinheiro o mais rápido possível...

O ano voa

O tempo passa, o tempo voa... o tempo vai passar de qualquer maneira, seus salários entrarão na sua conta e sairão dela de qualquer forma, porém se você se planejar guardar um pouco por mês, no fim do ano terá uma boa quantia sem perceber... é muito bom se dar conta disso, acaba sendo uma surpresa boa, mas que deve ser planejada. Há muitos gastos no final do ano que não prevemos durante o decorrer dele, então é sempre bom ter esta reserva se precisar... mas se não precisar, melhor ainda, pois você pode gastar com algo que queria e não poderia gastar em outra situação!

Bom, é isso que penso quando começa um novo ano... e isso tudo sempre me ajuda a ter um ano bom e sem medo de surpresas... aliás, quando guardo dinheiro para uma 'surpresa' às vezes consigo que ela seja uma surpresa boa, como por exemplo encontrar promoções de viagens ou produtos que eu queria e normalmente não teria dinheiro para adquirir na hora, à vista, mas com esta reserva consigo comprar quando a oportunidade aparece =) é uma sensação muito boa, recomendo!

Um abraço e Feliz Ano Novo! 
Felizes Metas Novas! ;)

quinta-feira, dezembro 25, 2014

Economizar sem deixar de viver!

Economizar não significa guardar cada centavo, deixar de gastar ao máximo e ficar chocando 'dinheirinhos' embaixo do colchão ou ficar contando centavos dos juros na poupança...

Economizar é pensar no futuro e planejar os gastos atuais e futuros, é ter segurança para realizar um sonho, fazer uma compra significativa, uma viagem, um curso que mudará sua carreira e sua vida pra sempre... enfim, incentivo as pessoas a economizarem para conquistarem coisas e sensações grandes e boas na vida...e também para não passarem aperto num momento de necessidade =)

Encontrei este artigo e achei perfeito para ilustrar o que eu penso sobre economia, mas sem ser "murrinha", sem ser miserável e negar-se a desfrutar algumas alegrias e cometer pequenos deslizes financeiros... porém, muitas das coisas boas da vida também podem ser gratuitas e falarei sobre isso em um próximo post.



Para refletir...

"Li em uma revista um artigo no qual jovens executivos davam receitas simples e práticas para qualquer um ficar rico. Aprendi, por exemplo, que se tivesse simplesmente deixado de tomar um cafezinho por dia, nos últimos quarenta anos, teria economizado 30 mil reais. Se tivesse deixado de comer uma pizza por mês, 12 mil reais, e assim por diante. Impressionado, peguei um papel e comecei a fazer contas. Para minha surpresa, descobri que hoje poderia estar milionário. Bastaria não ter tomado as caipirinhas que tomei, não ter feito muitas das viagens que fiz, não ter comprado algumas das roupas caras que comprei. Principalmente, não ter desperdiçado meu dinheiro em itens supérfluos e descartáveis. Ao concluir os cálculos, percebi que hoje poderia ter quase 500 mil reais na conta bancária. É claro que não tenho esse dinheiro. Mas, se tivesse, sabe o que esse dinheiro me permitiria fazer? Viajar, comprar roupas caras, me esbaldar em itens supérfluos e descartáveis, comer todas as pizzas que quisesse e tomar cafezinhos à vontade. Por isso, me sinto muito feliz em ser pobre. Gastei meu dinheiro com prazer e por prazer. E recomendo aos jovens e brilhantes executivos que façam a mesma coisa que fiz. Caso contrário, chegarão aos 61 anos com uma montanha de dinheiro, mas sem ter vivido a vida." (Max Gehringer)

sábado, dezembro 20, 2014

O Ekeko...

[este é o Ekeko, muito conhecido no Peru e em outros países andinos, este andarilho juntou tudo que tinha e saiu andando pelo mundo, carregando tudo que possuía consigo e levando a alegria e prosperidade a todos que o encontrava no caminho]

Ele é um amuleto que traz abundância, prosperidade e fertilidade. O Ekeko é uma espécie de "gênio da lâmpada" a quem se faz pedidos, pois as pessoas colocam algo que simbolize esse desejo às costas do Ekeko e "alimentam" este fumador inveterado com cigarros todas as semanas e realizam seu desejo.

Ele é venerado há séculos como 'deus' da abundância, crendo-se que afastava a desgraça dos lares,  trazia a boa sorte e dinheiro. No Peru toda casa tem um Ekeko e para ele se fazem pedidos de todo tipo. Em Lima ouve-se outra versão acerca do Ekeko: dizem que ele era um homem muito trabalhador, dotado de uma força de vontade extraórdinária. Tudo que ele queria, ele batalhava e conseguia, por isto passou a ser venerado por sua força e poder de realização tornando-se uma espécie de santo popular.

[e ele gastou todo seu dinheiro e sola de sapato andando por aí, levando boas energias a todos e virando um exemplo e símbolo de prosperidade!]... 

Ou seja: é bom economizar para as horas de necessidade e para a realização de alguns desejos mais caros, mas ser rico e ter muitas coisas não é tudo!!!









segunda-feira, dezembro 15, 2014

Independência financeira para casais



Esses conselhos sobre independência financeira são “conselhos de ouro” para um casal que está começando a vida juntos e não sabem como começar a lidar com esta mudança, então, antes que os gastos virem uma bola de neve e os envolvidos se percam nas suas receitas e despesas, é melhor cada um controlar o seu dinheiro, para saber o quanto e no que estão gastando... claro que compartilhar o dinheiro é uma demonstração de amor e companheirismo, mas quando as contas extrapolam o limite não há amor que sobreviva às dívidas e dificuldades que vem com a falta de dinheiro (falo por experiência própria).

A independência financeira entre os casais é um desafio, pois envolve dinheiro, um assunto delicado em qualquer realção, seja pai e filho, marido e mulher, chefe e empregado, enfim... é um problema quando falta. O ideal é que os casais partilhem os bens adquiridos pelos dois após o casamento e se mantenham financeiramente independentes um do outro. Isso não significa incentivar sigilo financeiro em relação ao outro, mas incentivar a liberdade e autonomia para as despesas de cada um e as conjuntas serem acordadas e bem divididas. Isso é muito importante para manter a estabilidade nas despesas atuais da família e para as despesas futuras (quando a família cresce). 
Então é sempre bom estarmos conscientes e preparados para uma vida a dois, mas tendo certeza de onde se está pisando, em que se está gastando, não se sobrecarregando e tendo duas contas separadas caso uma delas deixe de prover... nunca se sabe como será o amanhã! 
 












Melhor prevenir...










Algumas das razões pelas quais os casais devem permanecer autônomos com relação às finanças:
  • Há uma importante transição da vida de solteiro para a vida conjugal. O casal deve respeitar a autonomia do outro, organizar suas despesas e respeitar os gastos do outro, mas sempre ajudando o outro a se controlar, caso cometa deslizes.
  • Dividir igualmente despesas da casa/família não sobrecarrega um ou outro.
  •  Pode ser feito um cálculo proporcional ao valor que cada um ganha, pois se o casal tem R$800,00 de gasto mensal com a casa, tirar R$400,00 de um salário mínimo é muita coisa, assim compromete mais da metade dos proventos. Se um dos conjuges ganha mais, se concordar, paga uma maior parte para não desequilibrar as finanças do outro.
  • É recomendável ter diferentes contas bancárias. Cada um pode verificar se as finanças estão disponíveis e estáveis, ter maior controle sobre o que gasta e ainda é capaz de pagar sua parte das despesas da família.
  •  Incentivar a responsabilidade sobre as dívidas da esposa/marido. Uma vez que o casal tem diferentes contas bancárias ou finanças separadas / poupança, um irá incentivar o outro a ser responsável por pagar suas próprias dívidas.  Deve-se sempre motivar a quitar as contas em dia, pois ficar em dívida é uma escolha, não uma coincidência ou acidente.
  •  Respeito ao outro em termos de hábitos de consumo diferentes. Por exemplo, a mulher pode gostar de bolsas Chanel ou outros objetos caros, enquanto o marido gosta de ter ferramentas para carpintaria, reparos, etc. Tendo independência financeira, eles podem ter o que desejam, sem prejudicar o outro, gastando dinheiro do parceiro apenas para os itens comuns ou previamente acordados.
  • Independência financeira mantém o relacionamento saudável. Finanças instáveis podem afetar a relação, pois um ou outro pode se envolver em um problema mais grave, vem a desconfiança, brigas, acusações e até mesmo o divórcio.
     

    Há possíveis problemas com casais dependentes financeiramente:
  • Uma pessoa pode perder a sua identidade em uma relação deste tipo e se sentir inferior por depender do dinheiro do outro ou ter que dar satisfação sobre todos os gastos.
  • Porque um é dependente do outro em termos de finanças irá afetar a maneira como eles se comportam e se inter-relacionam.
  • A dependência promove a desigualdade na relação. É prejudicial para os casais se sentir inferior ou diminuído em relação ao outro.
  • Coloca o relacionamento em “xeque” caso a situação de um dos dois mude (para pior ou para melhor). Se um dos dois perde o emprego, e os rendimentos são dependentes de um e de outro, a família poderia ser colocada em situação difícil durante este tempo de desemprego.
  • Explicitamente mostra dominância dentro dos relacionamentos. O dependente se sente incapaz de contribuir para as despesas na família, o outro pode facilmente mostrar domínio. Isso pode causar humilhação no dependente e o provedor pode se sentir sobrecarregado com a responsabilidade.

    Dica de livro e fonte de inspiração para essas dicas de economia:

quarta-feira, dezembro 10, 2014

Como economizar no Natal...



O Natal está chegando e nos influenciando a gastar muito para comprar presentes, agradar a todos, comer muito, fazer grandes festas e consumidor a cada dia mais... Eu particularmente não gosto deste aspecto do Natal, pois muitas pessoas não tem dinheiro nem para comer, mas tem uma criança que vai desejar um brinquedo caro e algumas vezes os pais se sentirão tristes por não fazer a vontade dos filhos e acabam deixando de lado uma necessidade para gastar o pouco que tem com aquele produto tão divulgado nesta época... Isto me deixa deprimida, pois poucos pensam no Natal como o nascimento de Cristo, um momento de paz, amor, união...apenas pensam no feriado e nas festas...
Presentes e decorações, cartões de Natal , comidas específicas que custam o olho da cara e nem são tão gostosas (mas são típicas do Natal) fazem as pessoas gastar o que não têm só para agradar os olhos e o paladar...  Pense que o Natal verdadeiro acontece de forma simples, como em Belém, como Jesus nasceu, sem luxo e sem pompa, apenas partilha, união e muito amor!

Mas para quem não abre mão das festas, dos presentes e de toda a parafernalha do Natal, há maneiras alternativas de realizar uma boa festa sem gastar muito, e também de uma forma que não sobrecarregue as mulheres da família, pois sempre sobra pra gente...


Aqui vão algumas dicas para economizar tempo e dinheiro nas festas de Natal


  • Faça com que todos ajudem na limpeza e decoração (antes e depois da festa)

A melhor maneira de criar uma atmosfera de Natal é fazer com que toda a família fique envolvida na preparação. As crianças adoram ajudar com decoração e preparativos pra uma festa, é uma experiência divertida e ajuda a tornar as coisas mais fáceis.
 

  • Petiscos baratos e divertidos

Para agradar a todos os gostos, principalmente das crianças e de quem não gosta de uvas passas e comidas agridoces (como eu) que dominam as festas, para que todos possam se divertir e ter prazer em comer, aposte nos petiscos baratinhos como salgadinhos, amendoins, azeitonas, queijos, castanhas, torradinhas com patê... assim se as pessoas não gostarem dos pratos principais, podem se satisfazer com os “belisquetes”.


  • Peça para que todos tirem fotos e depois compartilhem

Neste dia você não precisa de um fotógrafo profissional para capturar grandes momentos da família, todo mundo tem uma câmera em seu telefone, e há pelo menos uma câmera digital decente na maioria das casas. Compartilhem as fotos, pois você não saiu nas fotos que tirou mas não vai querer ficar sem nenhuma lembrança deste dia...


  • Confeccione cartões e envelopes caseiros

Você pode obter uma variedade de diferentes envelopes coloridos e cartões, ou mesmo apenas obter alguns mais simples e torná-los personalizados. Você pode desenhar, colorir , colar tecidos e fitas coloridas, utilize recortes de temas natalinos, floco de neve, aplique brilho, use os botões ou imagens, ou apenas imprima fotos na capa do cartão... sem dúvida irá impressionar muito mais pela criatividade e personalidade do que um cartão comum comprado em papelaria... e você gasta muito menos...


  • Faça você mesmo enfeites de árvore e decorações

Use pinhas, flores vermelhas, galhos verdes ou secos, vasos. Só é preciso alguns itens básicos com características ou cores natalinas, um pouco de criatividade e um pouco de trabalho..

Castiçais
caseiros - Um ambiente à luz de velas ajuda a deixar o clima mais agradável e aconchegante. Pequenas velas dentro de taças vazias ou com um pouco de água no fundo dão um toque especial ao evento.
 

  • Barras de chocolate personalizadas

Compre uma barra grande de chocolate, branco ou preto, derreta-o em uma panela e adicione alguns ingredientes especiais como nozes picadas, amendoim, cerejas ou uvas passas. Despeje a mistura em um molde natalino que vende em lojas de festas, e usar uma folha de alumínio e papel decorativo com tema de Natal para embrulhar o chocolate e dar a cada um da sua família ou amigos como lembrança de Natal.


  • Presentes caseiros e personalizados

Se você tem algumas habilidades manuais para costura, crochê, tricô e afins você pode sentar e fazer vários artigos para presentear, como capas para smartphones ou tablets, que serão presentes excelentes para praticamente qualquer pessoa que você conhece.


  • Livro de memórias ou de receitas

Cada família tem uma mãe ou avó que conhecem centenas de receitas deliciosas e dá à comida seu próprio toque pessoal. Que tal reunir as melhores receitas da família com fotos de todos e fazer um belo livro de memórias e receitas da vovó? Um belo presente e uma bela recordação dos momentos em família.


  • Brinquedos fofos

Quando você tem filhos menores, um brinquedo de pelúcia é sempre uma aposta segura, eles também são presentes bonitos para sua pessoa amada  e o fato de eles terem sido feitos à mão agrega valor emocional. Você pode encontrar algumas boas idéias online para despertar a sua imaginação, mas não tenha medo de experimentar, mesmo que demore algumas tentativas para acertar, sempre vale a pena ver a cara de alegria da pessoa que ganhou o presente feito especialmente para ela.
 
Nunca é tarde demais para começar a preparar uma festinha de Natal, decoração e preparar singelos presentes para seus amigos e familiares, sem gastar muito... e ao mesmo tempo, tornando tudo muito mais pessoal e significativo para você e seus familiares e amigos.

Fonte: Adaptação e tradução do site www.lifehack.org